Questionar é o último grito da moda.



      O acesso fácil a informação tornou a moda aparentemente fácil de ser entendida e acompanhada. Revistas de moda estampando as últimas novidades e uma infinidade de blogs ditando como se vestir. Com tantas dicas e inspirações parece ser impossível errar. Mas na hora de se vestir a maioria das pessoas se sentem frustradas ao tentar seguir as lindas e impecáveis blogueiras. Isso acontece porque essa enxurrada de informação é apenas copiada e não interpretada. 

       Infelizmente essa super acessibilidade vem jogando as tendências como obrigatoriedade para se "estar na moda". Forjando uma criatividade que não existe. Quando nos depararmos com esses últimos gritos da moda seja em revista ou qualquer outra fonte, tendemos a pensar quão despretensiosas e criativas elas são. Mas a verdade é que tentam mascarar uma padronização onde não há espaço para sua criatividade e muito menos a sua opinião. Porque o despretensioso é milimetricamente sem compromisso. É exatamente por isso que aquele mix parece maravilhoso na revista,s mas copiado para o dia a dia é uma combinação repleta de adornos e informações desconexas. 

     Mas como entender a moda diante de tanta informação? Entender a moda na verdade é uma coisa simples, pense na moda como uma opinião. Quando alguém tenta te obrigar a ter uma opinião sobre algo o que você faz? Aceita sem pensar ou questionar? Então porque usar algo que engorda, achata a silhueta, envelhece  apenas porque está na moda? Não estou falando que se inspirar em algo é errado, estou falando que antes de tudo questione, não aceite algo apenas porque todo mundo está usando. E principalmente tenha conhecimento do seu corpo e saiba valoriza-lo. Tenha sempre em mente que uma roupa transmite uma mensagem aos outros e é seu cartão de visita. Antes de simplesmente se render aos "encantos" ouse ter sua opinião.


ESCRITO POR CAROLINNY CANDIDO.